quinta-feira, 19 de agosto de 2010

HIGIENE ÍNTIMA

CUIDADOS SUTIS E MEDIDAS QUE AJUDAM A ELIMINAR ODORES E PROTEGEM A REGIÃO GENITAL FEMININA.


Suor, gordura, umidade, urina e células mortas.

O assunto é embaraçoso, mas não tem jeito, tudo isso habita as reentrâncias femininas, e basta um descuido para causar ardência, irritação e um constrangedor cheiro ruim até a multiplicação de fungos e bastérias.


HÁBITOS EM FAVOR DA MULHER


  1. ACERTAR NAS ROUPAS - No dia a dia, esqueça aquelas lingeries confeccionadas com rendas e tecido sintético. Elas abafam os genitais, aumentando a temperatura, o suor, a gordura e a multiplicação de bactérias. O melhor é usar calcinhas de algodão. A boa e velha calça jeans também não favorece a ventilação genital. Procure usar mais saias, especialmente nos dias quentes.

  1. FAZER DEPILAÇÃO NA MEDIDA CERTA - Aparar os pelos pubianos reduz o acúmulo de resíduos no local. Em compensação, a depilação, principalmente a mais cavada, induz o ressecamento e irritações, que podem favorecer processos infecciosos. Procure um método mais adequado, para não irritar ou sensibilizar o local. E, nas primeiras 24 horas faça compressas com calmantes naturais, como chá de camomila por exemplo.

  1. SÓ USAR UM BOM PAPEL HIGIÊNICO - Opte pelos mais macios, sem perfume nem corantes, que agridem menos a pele. Na hora da limpeza, realize movimentos suaves, sempre no sentido da frente para trás. E não repita. Se precisar de mais papel, pegue um novo pedaço. Isso para evitar a contaminação da vulva com fezes, cheias de bactérias.

  1. SECAR BEM SEMPRE - Isto é fundamental, pois o excesso de umidade propicia condições perfeitas para a proliferação de bactérias. Depois do banho, utilize uma toalha de algodão, seca e limpa, de modo que absorva toda a umidade das reentrâncias, internas e laterais.

  1. CONTROLAR O ABSORVENTE - Substitua os externos a cada quatro horas e os internos no prazo máximo de seis horas. A proteção também pode ser usada fora do período menstrual, especialmente por quem apresenta perda de urina. Mas atenção: neste caso, prefira os produtos sem película plástica, que facilitam a ventilação e absorvem a umidade.

A higienização íntima deve seguir cuidados específicos no caso de mulheres que apresentam irritação, coceira, queimação ou corrimento.

Aos primeiros sintomas procure imediatamente o ginecologista para que ele realize uma investigação das causas do problema.



Tenha MAIS EQUILÍBRIO - o excesso ou a falta de higiene e a utilização de produtos inadequados alteram as defesas locais, favorecendo o ataque de germes.
Então meninas, vamos manter o nosso sistema de defesa em ordem!!



2 comentários:

So artes disse...

Otima dica amiga!!!!!
beijinhos e um lindo dia pra vc,
So

Mais Equilibrio disse...

Obrigada,
Nós mulheres temos que deixar o constrangimento de lado, pegar o espelho e fazer uma análise sempre dessa região!
Bjs

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...